sábado, junho 14, 2008

ACABOU? INFELIZMENTE... O 12° FAM ACABOU NESTA SEXTA

Fernando Schweitzer, Florianópolis-SC - Ator Não-Global, Diretor Teatral, Cantor, Escritor e Jornalista



É, esperemos que minha sugestão seja dissipada aos quatro ventos, reproduzida e acolhida pelos nossos governantes e empreendedores culturais de Santa Catarina. Que venha o FAM de Verão. Que poderia até mesmo ser em uma das praias ou na lagoa da Conceição.

Essa sexta para mim é tão alegre quanto triste. Realmente só é uma sexta-feira de contrapontos diversos. Feliz porque apesar da peixada para as produções barriga verdes, o 12° FAM, encerra muito bem.

Vamos as polêmicas, digo as análises críticas deste ultimo dia de FAM.

FOTO - Cena de - CORPO

A ULTIMA NOITE trouxe excepcionalmente 2 longas a esta sexta, 13. E para uma sexta-feira treze o primeiro curta estava perfeito, pois CORPO, dos diretores: Rossana Foglia e Rubens Rewald começa com uma cena de necrópsia de um corpo. Este que é a personagem protagonista da trama ( Uma das três que Rejane arruda interpreta ).

Sinopse: São Paulo, hoje. Ossos são desenterrados de uma vala comum e levados ao IML. O legista Artur confronta atrizes e guerrilheiras. Um corpo se preserva por mais de trinta anos. Uma identidade se busca...

Excepcionalmente para os que dizem que só falo mal sobre as películas em minhas críticas, terei de aplaudir de pé o primeiro longa da noite. A vontade nítida e clara de se ter um filme underground, trás algo bastante inovador. Um filme alternativo e ao mesmo tempo comercial.

O mestrado na ECA ( Escola de Artes Dramáticas - USP ) tem feito muito bem a Rejane, antecedendo ao filme, ela ministrou uma oficina de interpretação. Que trabalho impressionante, me inspirou até a voltar a fazer teatro. Já que desde a censura de meu ultimo espetáculo ( diga-se boicote ) pela senhora Márcia Dutra, diretora do TAC a época, será que já morreu? Eu não faço teatro desde as apresentações que sucederam-se a temporada coitada de Agosto de 2007 no TAC, em Curitiba, São Paulo e Porto Alegre, no mês de Setembro de mesmo ano infindo e infeliz.


Assista entrevista com Rejane Arruda



No filme, o legista que motiva a trama tem pouco tempo para provar sua tese, caso contrário, o cadáver, O Corpo, será enterrado como indigente. O médico acaba encontrando pistas nos porões da ditadura que associam o corpo a uma guerrilheira. Seguindo a trilha do seu nome, certifica-se que ela teve uma filha, Fernanda (Rejane Arruda) que contesta a possibilidade daquela história estar ligada a sua mãe.

A partir de então, desenrolam-se todos os conflitos da trama, que atravessam investigações sobre o passado de Tereza, falsidade ideológica e outras abordagens sobre a morte. Não-linear, o filme costura as ações segundo leis da narrativa, e não do tempo.

É fabuloso o primor técnico das cenas onde são cortados cadáveres para autópsias durante o filme. Chegam a ser escatológicas as cenas! Um ar nonsense miraculante tem essa trama. Boníssimas interpretações. Até Regiane Alves que a anos, desde Fascinação, não via desempenhando bem um papel é uma grata surpresa, surgindo nas cenas que se passam nos anos da ditadura, como a melhor amiga, a do corpo, e ao fim fica sub-entendido que ela tomou não só a filha mas a identidade da mesma.

Um elenco muito bom na média, não se vê gafes de interpretação como em Chega de Saudade.
Filme com "F" maiúsculo. Isso sim é abordar seriamente a temática ditadura, fica o recado que quem acompanhou nossa cobertura e outras pessoas sabem do que estou falando.

4 comentários:

Reuben disse...

Super bacana, Nando! A cobertura mais completa, divertida e também a mais rapidinha do FAM - os demais 'cobridores' ainda nem atualizaram sobre o último dia. Parabéns! Gostei bastante da entrevista com a Rejane. O site do FAM não fez entrevista com ela nem com a diretora do filme, achei um absurdo isso.

Ah, postei sua crítica e o link do video na comunidade do CORPO.
Um abraço e boa sorte!

Reuben disse...

PS: comunidade no Orkut. Mas nem precisa citar que é do Orkut, né? rsrs

Até!

NANDO SCHWEITZER disse...

Acho que não, apenas por 3 segundos pensei que seria outro tipo de comunidade, do tipo comunidade gls, comunidade da rocinha, comunidade corpo... hehehe...

Abração

PS.: posta aí o link da comunidade!

reuben disse...

Filme CORPO
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=38226594

tá aqui. inté. ; )